quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Quinta da Receita: Tapioca Brulèe com calda de Acerola


A sobremesa do almoço Pernambuco Armorial foi de comer de joelhos, simplesmente divina, super delicada, fina e saborosa. A receita  da Tapioca Brulèe com calda de acerola é de autoria do querido Luiz Carlos Albuquerque, ex-aluno da Faculdade Guararapes, e foi produzida por ele e pelos colegas Monique, Cláudia, Marcos, Marcelo e Dalva. 


Na hora da escolha do vinho, ficamos em dúvida entre o Moscatel de Setúbal Horácio Simões e o Viña Tarapacá Late Harvest, dois bons vinhos de sobremesa, com estilos completamente diferentes. O Moscatel de Setúbal é fermentado em cuba de cimento e sofre acréscimo de aguardente vínica. Sua cor é topázio claro, com aroma floral, de especiarias e nozes. Na boca é macio e persistente. Já o Viña Tarapacá Late Harvest é um vinho produzido com uvas em estágio de sobrematuração. Ele tem cor dourada, aromas de mel e damasco e na boca bom equilíbrio entre doçura e acidez. Degustando a sobremesa com as duas opções, constatamos que o Late Harvest harmonizou melhor, em razão de sua delicadeza. Não podemos deixar de ressaltar que, toda a equipe, que organizou e produziu o almoço, arrasou! Já estamos com saudades! 


TAPIOCA 

INGREDIENTES:

Tapioca Granulada 150g 
Leite 600ml 
Coco ralado sem açúcar 75g 
Leite de coco 200ml 
Açúcar 50g 

MODO DE PREPARO: 
1. Ferva o leite, o leite de coco e o açúcar.
2. Depois de fervido, ponha na tapioca granulada com o coco ralado.
3. Deixe a tapioca hidratar por 40 minutos ou até que as bolinhas estejam moles.



BABA DE MOÇA

INGREDIENTES

Açúcar ½ xíc.
Água 3 colheres de sopa
Leite condensado 395g 
Leite de coco 200ml 
Gemas 6 
Manteiga sem sal 1 colher de sopa
Raspas de laranja 

MODO DE PREPARO:

1. Ferva o açúcar com água até formar uma calda líquida;
2. Desligue e jogue as gemas peneiradas e a manteiga;
3. Mexa bastante;
4. Adicione o leite condensado, o leite de coco e as raspas de laranja;
5. Mexa levemente em fogo baixo, até engrossar. Não deixar ferver muito para não talhar;
6. Misture a tapioca hidratada na baba de moça e mexa, até ferver;
7. Passe no mixer na mistura para arear;
8. Disponha em ramequins e leve para a geladeira;

CALDA DE CAIPIRINHA E ACEROLA

INGREDIENTES:

Acerola 8 und.
Mel 4 colheres de sopa 
Cachaça 80 ml 

MODO DE PREPARO:

1.Soque os frutos no pilão e acrescente o mel;
2. Em uma panela, adicione a mistura com a cachaça e cozinhe em fofo baixo, por 15 minutos ou até formar uma calda;
3. Sirva a calda separada.

Observações: A sobremesa é feita como um pudim de geladeira e desenformada para ser servida com um leve polvilhado de açúcar cristal, massaricado com muito cuidado para não queimar nem amargar. A calda de acerola é bem sutil, posta no prato, como se pode ver na foto. Esperamos que gostem!

2 comentários:

  1. Boa tarde!
    Sou leigo e tenho duas dúvidas:
    1 - A sobremesas leva o sobrenome brulèe, não deveria em seu preparo ter uma etapa com adição de açúcar e uso de maçarico? A foto sugere que tenha ocorrido. Ou a coloração do topo da sobremesa é a calda? Porém, o texto sugere servir a calda separadamente.
    2 - A receita serve quantos ramequins de 250 ml?
    Grato,
    Pedro José Machado e Silva.

    ResponderExcluir
  2. Prezado Pedro, que bom que gostou da receita! Também somos leigos na cozinha, entendemos mesmo é de vinho. Como explicamos no post, a receita foi elaborada pelos alunos de gastronomia da Faculdade Guararapes e realmente é muito saborosa. Em relação à sua pergunta, os alunos esclareceram que ela foi feita como um pudim de geladeira e desenformada para ser servida com um leve polvilhado de açúcar cristal, massaricado com muito cuidado para não queimar nem amargar. A calda de acerola é bem sutil, posta no prato, como se pode ver na foto. Vamos fazer esses acréscimos no post para ficar mais claro. A receita é para cerca de 10 pessoas. Quando testar, posta aqui o que achou.

    ResponderExcluir