domingo, 5 de fevereiro de 2012

Crasto 2006

Esta garrafa foi provada uns dias depois do exemplar da safra 2007 e se mostrou em um bom patamar. É bacana quando se tem a oportunidade de degustar o mesmo vinho de safras diferentes com certa proximidade. Naquela feita o 2006 nos pareceu mais redondo que o 2007, chegando a agradar mais, embora este último tenha mostrado mais potencial para evoluir em garrafa. Os dois guardavam uma mesma linha e, talvez, a maior diferença tenha sido na estrutura. Não há dúvidas que foi um bom exemplo de como a Quinta do Crasto mantém a qualidade colheita após colheita, mesmo nas gamas mais baixas. Ele foi produzido com Tinta Roriz, Tinta Barroca, Touriga Franca e Touriga Nacional, que não passaram por repouso em barris de carvalho. A safra 2006, quando degustada,  apresentou cor rubi com halo atijolado. Nos aromas foi possível sentir frutas vermelhas maduras, leve herbáceo, assim como uma nota condimentada. Na boca tinha bom corpo, taninos macios e boa persistência. 
Classificação Vinho por 2: Bom (+)
País: Portugal
Região: Douro
Uva/Corte: Tinta Roriz, Tinta Barroca, Touriga Franca e Touriga Nacional
Teor alcoólico: 14,00%
Preço: R$ 50,00 Aproximadamente
Degustado em: 13 de Agosto de 2010

2 comentários:

  1. Olá,
    Gostei bastante do seu blog! Meu nome é Alexandre, sou redator e fotógrafo do Selo Reserva, novo site voltado para o mercado de enogastronomia. Estamos nos preparando para lançar a versão Beta e acredito que você gostará do conceito. Neste primeiro momento disponibilizamos uma página virtual de apresentação:
    http://www.seloreserva.com.br/

    Se puder, não deixe de acompanhar nossas atualizações na rede social – facebook.com/seloreserva

    Vamos manter contatos,
    Att.
    Alexandre Sobral R. Horta
    Alexandre.horta@seloreserva.com.br

    ResponderExcluir
  2. Achamos a ideia bem interessante.
    Vamos acompanhar com certeza.
    Abraços

    ResponderExcluir